Justiça dos EUA manda soltar ex-presidente da CBF para preservá-lo do coronavírus - Globofest

Notícias

segunda-feira, 30 de março de 2020

Justiça dos EUA manda soltar ex-presidente da CBF para preservá-lo do coronavírus

Autor(a): Redação BNews em 30 de Março de 2020 21:35
Foto: Reprodução/JN

[Justiça dos EUA manda soltar ex-presidente da CBF para preservá-lo do coronavírus]O ex-presidente da CBF José Maria Marin será solto pela Justiça dos Estados Unidos. A decisão, divulgada nesta segunda-feira (30), atende um pedido do ex-dirigente, que alegou sua idade avançada (87 anos), saúde debilitada, risco de piora por causa do coronavírus e o fato de já ter cumprido 80% de sua pena.
Marin continuará mais alguns dias numa prisão da Pensilvânia até que o processo de libertação seja concluído. “Queremos que ele volte ao Brasil, onde tem mais recursos para cuidar da saúde e para estar perto do conforto da família. Estamos muito contentes com o resultado da negociação”, comemorou Júlio Barbosa, advogado brasileiro que trabalha nos EUA com colegas americanos contratados pelo ex-dirigente.
Em 2017, Marin foi condenado por seis crimes, como organização criminosa, fraude bancária e lavagem de dinheiro. Ele teria cometido as irregularidades entre 2012 e 2015, em campeonatos de futebol, quando ele era presidente da CBF. 
Ao todo, o ex-dirigente teria recebido US$ 6,5 milhõ

Sem comentários:

Publicar um comentário