Juiz concede prisão domiciliar e Ronaldinho deixa cadeia no Paraguai - Globofest

Notícias

terça-feira, 7 de abril de 2020

Juiz concede prisão domiciliar e Ronaldinho deixa cadeia no Paraguai

utor(a): Redação Galáticos Online (Twitter - @galaticosonline) em 07 de Abril de 2020 18:32
Foto: NORBERTO DUARTE / AFP

Após 32 dias preso em Assunção, no Paraguai, Ronaldinho Gaúcho e seu irmão Roberto de Assis conseguiram uma mudança de regime. Após audiência na tarde desta terça-feira (7), o ex-jogador foi liberado da cadeia para cumprir prisão domiciliar.
Durante a sequência do processo por terem entrado no país com documentos adulterados, os acusados vão ficar no Hotel Palmaroga, localizado na capital do Paraguai.
Presos desde o dia 6 de março, na Agrupación Especializada, quartel da Polícia Nacional do Paraguai que foi transformado em cadeia de segurança máxima, Ronaldinho Gaúcho e Assis tiveram três pedidos de recursos negados antes de conseguirem a liberação para prisão domiciliar, concedida pelo juiz Gustavo Amarilla. 
Para garantir que não irão deixar o país, a defesa de Ronaldinho ofereceu um caução de 1,6 milhão de dólares, cerca de R$ 8 milhões de reais. Em caso de fuga, a justiça paraguaia vai resgatar o dinheiro, já depositado no Banco Nacional de Fomento. 

Sem comentários:

Publicar um comentário